sábado, 25 de setembro de 2010

23/09/2010 - Hollywood Studios (segundo dia)

Nesses últimos dias fizemos várias mudanças no nosso roteiro, mas esse dia de Hollywood Studios não tinha como mudar....é dia de Fantasmic.

Acordamos um pouco tarde, por volta das 8:30 horas e depois do nosso rito básico de arrumar tudo para levar para os parques, saímos do hotel. Logo na entrada do parque deu para ver o quanto estava cheio, o estacionamento estava já bem cheio e não eram nem 10:30 h da manhã ainda.
 
Estacionamos não muito perto, mas fomos a pé, estávamos sem saco para pegar o transfer (dá muito trabalho com carrinho).



O parque estava tão cheio que estava fazendo fila para entrar, mas não demorou muito. Logo que chegamos corremos para a atração do Toy Story (na primeira vez que fomos estava com uma fila imensa e não tinha mais fast pass), e para nossa completa surpresa a fila estava com 90 minutos de espera e o fast pass era só para 20:30h. Ficamos chocados. Não vimos nada assim em nenhum parque. Bom, o Vitor pegou o fast pass e seguimos para os shows.


Fomos direto para o Indiana Jonas, mas no caminho passamos em frente à loja anaxa a atração do Star Wars (que está reformando e só reabre em maio de 2011) e o Vitor ficou doido lá, até montou seu próprio sabre de luz, como não podia ser diferente acabamos deixando quase 100 dólares na loja (incluindo 2 sabres de luz, bonecos da saga e 2 pelúcias...uma do Mickey jedi e outra do Pateta Dart Vader).



Chegamos no Indiana Jones 20 minutos antes do show e já não tinha lugar para sentar. Tivemos que assistir de pé. O show é legal, mas a idéia deles é fingir que estão em um set gravando cenas do filme, por isso enquanto o cenário está mudando, eles ficam brincando e interagindo com a platéia (achei isso meio chato), no fim são só 3 cenas e uns 5 minutos de ação (sendo que a atração toda dura 30 minutos).
 
Logo em frente tinha o Sound Dangerous, uma atração que explora os sons, tem um vídeozinho e a sala fica escura e só ficamos escutando os efeito sonoros. O Heitor acabou dormindo e saímos com ele apagado nos meus braços.
 
Eu consegui colocá-lo no carrinho e seguimos para a Light, Motors, Action. O Vitor foi para a fila e eu fiquei na sombra com o Heitor. Como ele acordou rápido, logo entrei e encontrei o Vitor. Achei a atração muito legal, com manobras muito boas, mas tem o mesmo problema do Indiana Jones, ficam enrolando enquanto o cenário muda (isso deixa a atração um pouco cansativa).


Quando saímos já estava na hora da nossa reserva no Sci-Fi. Mesmo com reserva na mão tivemos que esperar 25 minutos. Depois de toda essa demora, sentamos para comer naqueles carrinhos. Eu tinha lido em algum lugar da net que o Milkshake de oreo deles era fantástico, mas sinceramente o de Ovomaltine do Bob’s bota esse aí no chinelo...na verdade ele é bem normalzinho, não é nada demais. Pedimos um sanduiche para nós 2 e era bem gostoso. Pedimos também uma sobremesa de bolo de chocolate com manteiga de amendoim e sorvete, muito gostosa. Mas aí começou a chatice, o garçom a cada 5 minutos vinha até nossa mesa perguntar se podia recolher a conta. Praticamente nos expulsaram de lá. Ficamos meio decepcionados.



Tínhamos agora a tarde livre, corremos então para tentar ver a Pequena Sereia novamente, mas faltavam uns 40 minutos para o próximo show. Saímos então e fomo ver a Academia de Jedi que começaria em minutos. É uma atração bem legal para crianças, onde elas se tornam pequenos padawans e até lutam com o Darth Vader. Os adultos ficam só assistindo, mas é muito legal, vale a pena dar uma paradinha.



De lá voltamos na Pequena Sereia e a espera estava bem menor, em 10 minutos começaria outra sessão. Entramos e sentamos bem na frente. O Vitor filmou umas partes e confirmamos que essa atração é realmente uma das nossas preferidas no parque, é muito linda. O Heitor dormiu antes da gente sentar, então consegui ver bem o show...


Saímos direto para o show da Bela e a Fera...o Heitor acordou antes do show e ficou brincando e bagunçando enquanto a gente esperava. Mas logo que começou e vimos que ele ia dar muito trabalho o Vitor foi para o fundo do teatro com ele e eu fiquei filmando. É realmente muito lindo!
 
Quando saímos a fila do Fantasmic já estava se formando, 1 hora e 45 minutos antes do show. O Vitor foi para a fila e eu fui com o Heitor para o baby care, ele jantou, trocou de roupa e brincou um pouquinho. Corremos então para encontrar o Vitor no Fantasmic, ele já estava sentado, guardando lugar pra gente.

Ficamos esperando mais um tempão (quase 1 hora) e o Heitor ficou dando o trabalho básico de sempre (e eu e o Vitor ficamos revezando com ele). Tinha tanto brasileiro em volta da gente que só escutávamos português. Logo um ser animado demais resolveu começar uma Ola... nós temos certeza de que era um brasileiro. Mas no fim ficou legal, o estádio todo fez a Ola, ficou bem bonito. Depois de 1:30 de espera, começou o Fantasmic e aí sim nós entendemos porque todos dizem que é o melhor show da Disney. É maravilhoso, não dá para descrever! É preciso assistir! Vale até encarar o parque lotado e a fila gigante! É simplesmente imperdível.


Saímos de lá e corremos para o Toy Story para o Vitor usar o fast pass. Ele disse que realmente é muito legal, por isso a fila é sempre tão grande. Quando ele entrou vimos que o último tempo de fila marcado era 110 minutos. De lá fomos embora, satisfeitos e já começando a ficar com saudades.
 
Essa noite não fizemos mais nada, fomos direto para o hotel, arrumar as coisas, atualizar o blog e descansar...

2 comentários:

  1. Fantástico, muito legal.

    As caras do Heitor com as meninas é que é o melhor, hahaha.

    ResponderExcluir